domingo, 6 de julho de 2008

Ser professor: arte, profissão e humanização



Professor, palavra de origem latina, que significa aquele que professa ou ensina uma arte, uma técnica, uma disciplina: é o mestre. Esta profissão “árdua”, mas sublime, nos oportuniza professar a fé e a certeza de que tudo terá valido a pena se nosso aluno sentir-se feliz pelo que aprendeu conosco e se tornar um sujeito que contribui para a mudança da sociedade.



No exercício da profissão docente, educar é arte, profissão, mas, sobretudo, uma postura de vida, pois fora das salas de aula e das escolas, continuamos sendo educadores na medida em que somos o tempo todo reconhecidos e identificados nas ruas por nossos ex.alunos, atuais alunos e futuros alunos. Tudo isso porque o professor é um elemento fundamental no processo de construção de valores e de uma nova sociedade, sendo responsável por despertar o desejo de aprender, de preparar e de HUMANIZAR uma geração inteira para atuar na complexidade do mundo moderno, uma geração que tenha fé na vida, no homem e no futuro que construirá.



Essa é a grande meta do educador comprometido com um projeto novo de sociedade e, para isso, concordamos com Freire quando diz que a educação transcende a instrução, pois “em lugar das aulas exclusivamente expositivas, a opção pelo diálogo. Em lugar do professor orador, a atuação do coordenador de debates e animador cultural. Em lugar de aluno, com tradições passivas, o sujeito participante de grupo. Em lugar dos conteúdos idealizadores da realidade, os temas geradores, a discussão crítico-criativa da realidade. Em lugar de treinar pessoas para simplesmente se adaptarem, formar agentes sociais de mudança.” (FREIRE, 1983, 103). Ser professor é ser emoção. Todos os dias um desafio. Cada aluno, uma lição. Cada plano, um crescimento. Ser professor é perseverar, pois, diante de tantos desafios, tem nas mãos a possibilidade de libertar e aprisionar os sujeitos do saber. Educar parece latente, é obstinação.



A docência é peculiar, pulsa firme em nossas veias, arde e queima... E no contato diário com pessoas, livros, conhecimentos e saberes nos vemos enfeitiçados pela possibilidade de ser “Parteiros de idéias” e semeadores de sonhos.



Nessa luta diária, repleta de desafios, em que o docente se vê a todo o momento tendo que decidir na urgência e agir na incerteza... é impossível voltar atrás, porque a paixão pela educação, tão típica dos educadores iniciantes, já se tornou AMOR. E a luta de muitos para educar para a vida se torna também a nossa luta. E onde está o segredo para essa metamorfose? O segredo está em nossos alunos, na nossa sala de aula, na alegria de ensinar e aprender, na realização que vem da alma e não se pode explicar.



Nesta perspectiva, falar da docência é falar das várias profissões que transpõem e se sobrepõem a esta. Enquanto professores, somos mágicos, ao fazermos malabares com diversas situações que atingem nossa imagem e a vida pessoal.



Somos atores, somos atrizes, que interpretam a vida como ela é, sentimos e transmitimos emoções ao conviver com tantas performances. Somos médicos, ao receber crianças adoentadas pela miséria, pela falta de tempo da família, pela carência de tempo de viver a própria infância.



Somos psicólogos, ao ouvir as lamentações advindas de uma realidade dura, que quase sempre nos impede de agir diante do pouco a se fazer. Somos faxineiros, ao tentarmos lavar a alma dos pequenos, das mazelas que machucam estes seres tão frágeis e tão heróicos ao mesmo tempo.



Somos arquitetos, ao tentarmos construir conhecimentos, que nem sabemos se precisos, que nem sabemos se adequados. Ao parar e pensar, talvez seja possível encontrar, em cada profissão existente, um traço de nós professores.



Por isso, apesar de sermos muitos... somos um só... múltiplos na unidade e únicos na multiplicidade...somos professores ... educadores que professam sua fé no Humano.



A docência está em tudo, passa por todos, é a profissão mais difícil, mas a mais necessária. Ser professor é ser essência. É ter a consciência de que não sabemos as respostas, mas estamos sempre tentando. Às vezes acertamos, outras erramos, sempre mediamos.



Como professora, finalizo este texto reafirmando que a nossa presença é fundamental no grande mutirão da vida, lançando as primeiras bases que transformarão idéias em projetos concretizados pelos nossos alunos, em terra firme ou na imensidão. É preciso crer na amplitude do nosso trabalho que tem a missão de mover o mundo através do operário ou do presidente que um dia passou por nossas mãos.


Nesta perspectiva, este blog objetiva apresentar textos, relatar experiências e os desafios da profissão de professor, a fim de resgatar o espiríto protagonista que a EDUCAÇÃO possui de transformar MENTES e CORAÇÕES!


UM ABRAÇO, LILIANA NOGUEIRA.


11 comentários:

Natália disse...

Para nós que estamos iniciando a nossa vida profissional, esse texto nos faz refletir sobre essa magia que é educar.Quem nos disse que seria algo fácil? No entanto, quando há esforço, comprometimento, entrega, os frutos que colhemos nos fazem vitoriosos. É uma caminhada árdua, infelizes são os que não ousam, pois perdem a oportunidade de crescer como profissional e como pessoa. É uma sensação única quando se recebe o carinho, um sorriso, um obrigado, um Eu te amo; temos um instrumento: a palavra. Agora, nos resta decidir como administrá-la. Usá-la como simples forma de passar conhecimentos, ou como um instrumento de humanização.

Didática do saber viver disse...

"Educar é ajudar o educando a descobrir a si mesmo. Cada ser humano traz em si alguém desconhecido, contendo a melhor parte de nós mesmos. Esta pessoa que nos habita, quer se manifestar, exprimir, realizar. É alguém que ainda não fomos, mas desde sempre somos. A este ser íntimo nós nunca acabamos de desvendar, pois nele moram, no presente, as nossas possibilidades futuras. Significa a parte de nós mesmos que ainda tem algo por realizar, por mais que já tenhamos feito. É o guardião de nossa razão de existir. Quando nascemos, este ser nasce conosco. Enquanto vivemos, ele vive conosco. E quando morremos é ele que junto conosco realiza a travessia."

Profunda postagem a sua que nos permitiu uma reflexão sobre educar.
Ah sim esse é o nosso blog: http://didaticando12.blogspot.com/

Narayani e Larissa Porto

Didática e Prática Educativa disse...

Parabéns pelo o seu blog ele está realmente muito bom, assim como todas as coisas feitas por você! Saiba que somos pequenos aprendizes dessa sabedoria que você divide conosco e que tudo o que somos e seremos aprendemos com você que é a nossa mestre! Beijos e continue esbanjando essa felicidade no seu rosto pois essa felicidade resplandece em nós.
By Josiele e Vanessa

Didática e Prática Educativa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Liliana Nogueira disse...

Liliana, voce é uma pessoa adequada para falar sobre educação. É uma profissional exemplar, servindo de espelho para todas nós iniciantes desta caminhada. Esta caminhada, como voce mesma disse tão ardua, porem quando feita com amor, vale a pena no final. Educar é uma contrução diária de frutos que se colherão no futuro.Esta construção é feita com muita dedicação e acima de tudo o amor.

Obrigado pela sua dedicação a nos ensinar a traçar essa jornada.

Parabens pela profissional brilhante que voce é.

Kalinde e Thaís 111

Flavia disse...

Diante da deprimente situação do Brasil e do mundo em diversos aspectos, é estimulante e necessário estarmos cientes do nosso dever de, além de cidadãos, educadores e transformadores da realidade, tomando iniciativas e lutando por um mundo melhor.
Liliana, parabéns pelo seu trabalho, pois além de educadora, é amiga e uma verdadeira guerreira em busca da melhoria da realidade partindo de uma educação de qualidade.
Suas palavras são inspiradoras e renovam as nossas energias, que muitas vezes são abaladas pelos obstáculos dessa jornada que estamos apenas iniciando.

Um abraço,

Flávia.

giulia disse...

NESSA NOSSA RETA FINAL DE ESTUDANTE
E NESSE NOSSO INÍCIO DE CARREIRA ESSES TEXTOS NOS FAZ REFLETIR SOBRE A IMPORTÂCIA E A INFLUÊNCIA QUE O PROFESSOR TEM NA VIDA DO ALUNO.ADMIRO MUITO SUA COMPETENCIA NAS COISAS QUE FAZ E PROCURO SEMPRE SEGUIR SEUS CONSELHOS , POR EM PRÁTICA TODA TEORIA TRANSMITIDA POR VOCÊ EM SALA DE AULA.ESPERO ASSIM ME TORNAR UMA PROFISSIONAL TÃO BRILHANTE COMO VOCÊ.
QUE ESSA NOSSA CAMINHADA POR UMA EDUCAÇÃO MELHOR PARA TODOS, SEJA APENAS O INÍCIO DE MUITO TRABALHO E DEDICAÇÃO!
BEIJO GRANDE SE SUAS ALUNAS GIULIA E ROMÉLIA

Didática e Prática Musical na Educação Infantil disse...

Liliana,

Confira nossas novas postagens!!
Boa semana!

Isabela Biancardine e Regina Brunichilli.♪

LYSE disse...

Liliana
Seu blog contém realmente tudo que vivenciamos em nosso cotidiano doscente.Obrigada pelo companherismo e apoio demonstrado por você sempre.
=D

(Bruna Henrique e Lyse Moraes)

Didática e a evolução disse...

Liliana, concordamos plenamente que a profissão de professor sempre será um marco na vida de todo indivíduo.
Nós nos orgulhamos de fazer parte dessa família que luta por um mundo e uma educação melhor!
Abraços
Aline Paes, Jenifer e Inglidy

Nanda Azeredo disse...

Ser professor é professar a fé e a certeza de que tudo terá valido a pena se o aluno sentir-se feliz pelo que aprendeu com você e pelo que ele lhe ensinou... Ser professor é consumir horas e horas pensando em cada detalhe daquela aula que, mesmo ocorrendo todos os dias, a cada dia é única e original... Ser professor é entrar cansado numa sala de aula e, diante da reação da turma, transformar o cansaço numa aventura maravilhosa de ensinar e aprender...
Ser professor é apontar caminhos, mas deixar que o aluno caminhe com seus próprios pés!!!

Bjus*Nanda Azeredo*