segunda-feira, 21 de julho de 2008

Curso Normal Médio – formação inicial de qualidade

A profissão docente sempre foi e será importante para a sociedade. Nenhuma grande personalidade atingiu o posto que hoje ocupa sem que tenha passado pelas mãos de uma professora “primária” ou de ensino fundamental. Sobre a importância da educação e, conseqüentemente, de quem educa, Brandão assim se manifesta:
Fomos um dia o que alguma educação nos fez. E estaremos sendo, a cada momento de nossas vidas, o que fazemos com a educação que praticamos e o que os círculos de buscadores de saber com os quais nos envolvemos estão constantemente criando em nós e fazendo conosco. (BRANDÃO, 2000, p. 451)
Depois de décadas de menosprezo e abandono, o professor volta a ter sua importância reconhecida. Em conseqüência, o país vê-se diante de um fenômeno curioso: a autocomiseração de antes cede lugar a certo orgulho. Hoje em plenos anos 2000 há quem diga o inimaginável no tempo das greves do magistério dos anos 80: vale a pena ser professor!
Assim, nota-se que estamos vivendo uma fase de revalorização da docência devido as demandas dos novos tempos de mercados mais abertos, de concorrência mais feroz e de ênfase a uma formação básica de qualidade, exigindo das escolas e universidades a preparação dos sujeitos para competir e alcançar o sucesso. E essa realidade reforça a concepção de que só quem prepara é o professor!
Vale ressaltar que a imagem do docente como um missionário do saber, que existia nos tempos de nossos avós, ou do eterno militante por melhores salários, de um passado não tão distante assim, está ficando para trás. Hoje predomina a idéia do professor eficiente, que ensina melhor e consegue bons resultados com o aluno.
É a partir desta perspectiva que cresce cada vez mais em nosso país a consciência de que é preciso investir na formação dos profissionais da educação, principalmente daqueles que trabalham as bases do conhecimento (profissionais de educação infantil e ensino fundamental). Essa necessidade vem obrigando as escolas de qualidade à re-implantarem os Cursos de Formação de Professores a nível Médio, considerado como formação inicial para o exercício da docência na Educação Infantil e Ensino Funadmental – 1°. Segmento.
Sobre isso a Resolução nº. 02, de 19 de abril de 1999, é bem clara, instituindo Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Docentes da Educação Infantil e dos anos iniciais do Ensino Fundamental, em nível médio, na modalidade normal. Essa resolução segue, pois, em conformidade com a lei 9394/96. inspirada nos princípios éticos, estéticos e políticos. (cf. Resoluçaõ CEB Nº 02/19104.99).
É em consonância com a Resolução n°.02, de 19 de abril de 1999 que o Centro Educacional Nossa Senhora Auxiliadora – CENSA – Campos dos Goytacazes – RJ mantém seu Curso de Formação de Professores a nível médio, sendo uma referência na preparação dos docentes no norte fluminense. O CENSA foi fundado em 18 de fevereiro de 1925 na cidade de Campos dos Goytacazes – RJ e tem sua proposta pedagógica apoiada nos princípios educativos dos seus fundadores São João Bosco e Santa Maria Domingas Mazzarello. A Instituição é parte integrante do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, pertencendo a uma “rede mundial de educação e de solidariedade”, da qual fazem parte 81 escolas no Brasil e no mundo, congregando cerca de 84.000 estudantes.
Segundo Carvalho (2007, p.38) o CENSA é uma escola voltada para a cidadania evangélica e é neste contexto que se inscreve o seu Curso Normal Médio constituindo-se o primeiro passo para a formação inicial de suas futuras professoras. A política de formação continuada de professores no CENSA também é sistemática, sendo um compromisso efetivo da Instituição.
É nessa “ecologia pedagógica” que se tece a vocação para educar, pois 88% das professoras atuantes na Instituição são oriundas do seu Curso Normal Médio e agora também do seu Curso de Pedagogia, cuja preocupação centra-se na docência e na pesquisa, como condições para formar docentes comprometidas com a instituição escolar e com sua missão na sociedade.
O Curso Normal Médio, assim como todo o CENSA fundamenta-se em três pilares que sustentam o estilo salesiano de educar: RAZÃO, RELIGIÃO e AMOREVOLEZZA. Razão no sentido de criar e garantir através do diálogo a autonomia intelectual do aluno, oportunizando-o a compreensão da vida e da razão de ser das coisas, assumindo com responsabilidade as exigências para o crescimento pessoal e para a convivência no grupo. Religião como busca do sentido da vida e a alegria de viver, através de uma convivência integradora, experienciando a unidade pessoal, a mística, a ascese, com base no Evangelho. A religião impulsiona educadores e educandos a desenvolver os valores do humano e do transcendente, buscando construir o próprio projeto de vida, enquanto se inserem na comunidade de fé. A amorevolezza significa a afetividade, marca salesiana. Dom Bosco usava esta palavra para indicar amor, carinho, afeição demonstrada, familiaridade, presença. A amorevolezza é uma energia espiritual, que nasce da mística do amor de Deus para os jovens.
Pautado nestes princípios educativos, o Curso Normal Médio do CENSA oportuniza uma formação teórico-prática e reflexiva, conectada com as demandas do mundo atual, preparando suas alunas para enfrentar com compromisso, competência e responsabilidade os desafios da profissão docente no âmbito público e particular.
Visa oportunizar ainda as suas alunas, futuras educadoras: (a)Compreender de forma ampla e consistente o fenômeno e a prática educativa que se dão em diferentes âmbitos e especificidades;(b)Identificar problemas sócio-culturais educacionais, propondo respostas criativas às questões da qualidade de ensino e das medidas que visem a superar a exclusão social;(c)Estabelecer diálogo entre a área educacional e as demais áreas do conhecimento, desenvolvendo um práxis educativa, pautada na relação teoria-prática através da reflexão na ação e sobre a ação;(d)Articular ensino-pesquisa, apropriação e produção do conhecimento/saberes na construção da prática pedagógica;(e)Desenvolver metodologias e materiais pedagógicos adequados a utilização das tecnologias da informação e da comunicação nas práticas educativas;(f)Estimular o comprometimento com a ética na atuação profissional e com a organização democrática da sociedade e (g)Compreender o processo de construção do conhecimento no indivíduo inserido em seu contexto social e cultural. Nesta perspectiva, as alunas desenvolvem competências e habilidades que as tornam capazes de conhecer a realidade em que se inserem os processos educativos e desenvolver formas de intervenção, com base na compreensão dos aspectos filosóficos, sociais, históricos, econômicos, políticos e culturais que a configuram e condicionam; Compreender os vários domínios do conhecimento pedagógico e os conteúdos disciplinares específicos e respectivas metodologias numa perspectiva de formação contínua e auto-aperfeiçoamento; Articular as teorias pedagógicas e curriculares no processo ação-reflexão, envolvendo a docência, elaboração e avaliação de projetos pedagógicos e o desenvolvimento da organização e gestão do trabalho educativo; Desenvolver metodologias e materiais pedagógicos adequados a utilização das tecnologias da informação e da comunicação nas práticas educativas e compreender o processo de construção do conhecimento no indivíduo inserido em seu contexto social e cultural.
Todas essas habilidades e competências são desenvolvidas ao longo dos 3 anos do curso que funciona em regime integral e que tem como princípios educativos a pesquisa, a relação teoria-prática, a alfabetização digital e a prática reflexiva.
Isso pode ser observado nos blogs que as alunas constroem relatando suas experiências iniciais na docência através da observação nos estágios, das aulas práticas e da elaboração de uma monografia para a conclusão do curso.
Formar professores competentes e comprometidos, esse é a herança que o CENSA deixará para a Comunidade Educativa de Campos – RJ.
Liliana Azevedo Nogueira
video

6 comentários:

Flavia disse...

Orgulhosamente, agora faço parte dessa Instituição e visto a sua camisa em busca de um mundo melhor!

O nosso desenvolvimento em todos esses aspectos descritos no texto de Liliana acontece a todo momento e nos proporciona verdadeiros tesouros para toda a vida.

<<< --- A Arte de EDUCAR --- >>> disse...

Somos alunas do terceiro ano do curso Normal Médio e vivenciamos tudo o que foi abordado no texto.Este ano estamos concluindo com orgulho uma longa caminhada que começamos há três anos atrás! Podemos perceber a importância do curso Normal Médio para a nossa formação docente, pois através dele nos tornamos pessoas mais humanizadas e conscientes do nosso papel quanto educadoras e formadoras do amanha. Hoje só temos a agradecer a esta instituição e a nossa coordenadora Liliana que com carinho e dedicação nos ensinou todos os propósitos e aprendizagens que vamos levar para o resto da vida!
Durante esses três anos, através dos estágios, apresentações, palestras, "broncas", temos a oportunidade de aprender com os nossos erros e acertos e assim irmos nos aperfeiçoando como educadoras.
Obrigada por tudo e parabéns pelo blog, que nos possibilitou boas lembranças através deste vídeo.
Beijos
Natália Sobrinho e Nathália Barros

Josiele Motta e Vanessa Sanz disse...

Ficamos emocionadas quando observamos o caminho que percorremos e o quanto ainda vamos trilhar para nos tornarmos grandes educadoras.
É muito bom saber que fazemos parte de uma família que visa o amor, a amizade, o companheirismo, a acolhida.

Didática na prática disse...

Todas essas mudanças ocorrem em nossas vidas tão rápido que não percebemos e parece que tudo isso aconteceu ontem. Agora, já na reta final percebo que esse Curso me transformou completamente. E agradecemos a todos professores e a direção por nos proporcionar essa oportunidade de mudar.

Um click em Tupanatinga disse...

Sou aluno do 4° ano do normal médio aqui em Tupanatinga - PE. Tenho uma dúvida: nas outras cidadades, quantos anos dura este curso?

michele disse...

Boa tarde...estou a procura de de um curso de formação profissional,formação de professores porem alguns cursos que encontrei não eram reconhecidos pelo mec,ja tenho o 2°grau completo e peço ajuda se puderem me fornecer alguns nomes de instituições sérias,agradeço muito sou do Rio de Janeiro capital.fico no aguardo.abraços a todos.